fbpx

Com o avanço da vacinação contra covid-19 e a abertura dos mercados, a economia mostra sinais de retomada. O setor de serviços, por exemplo, cresceu 10,9% em 2021, após uma queda de 7,8% no primeiro ano de pandemia, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nesse contexto, muitos empreendedores buscam alternativas não apenas lucrativas como também seguras para investir. Em sua maioria, as franquias de educação possuem ambas as características, e ainda servem ao propósito de formar cidadãos do nível básico ao ensino superior.

O segmento conta com uma ampla gama de possibilidades de atuação, incluindo, por exemplo, ensino bilíngue e aulas de robótica, que buscam aperfeiçoar o processo de ensino-aprendizagem. Os investimentos na área, aliás, são fundamentais para que o Brasil avance na pauta educacional. Conforme o 8º Balanço anual do Plano Nacional de Educação (PNE), realizado pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, 45% das metas estabelecidas por lei para serem cumpridas até 2024 estão em retrocesso.

As lacunas no ensino podem ser preenchidas com o apoio das franquias de educação. O modelo de negócio gera impacto social ao ajudar no desenvolvimento de habilidades previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Assim, impulsiona as pessoas a atingirem seus objetivos de vida – ainda mais quando são fluentes em inglês, um requisito comum em vagas de emprego.

Além disso, o segmento oportuniza melhoria de receitas tanto para as escolas como para quem empreende. Como se pode notar, não faltam bons motivos para investir em franquias de serviços educacionais. Confira os três principais.

1) Franquias de educação são lucrativas

O custo da operação é um fator importante para o empreendedor na hora de escolher um novo negócio. Nesse sentido, o segmento de serviços educacionais costuma ser atrativo por demandar um investimento inicial baixo e ter rápido payback (retorno do valor aportado). Segundo o Diagnóstico Setorial das Redes de Educação, 68,8% das franquias de serviços educacionais atingem o ponto de equilíbrio em até um ano, tempo menor do que a média de outras áreas. Além disso, marcas como o Twice, de ensino bilíngue, apresentam lucratividade entre 17% e 35% e receita anual que pode chegar a R$ 418 mil.

O próprio franchising se apresenta como vantajoso: de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o modelo é oito vezes mais seguro que outras modalidades. A explicação está no funcionamento do negócio. O franqueado adquire o direito de utilizar uma marca ou patente já reconhecida no mercado. Assim, tem acesso ao know-how e aos materiais do franqueador, além de receber treinamento de colaboradores e suporte durante toda a implantação e operação da unidade. As características diminuem os riscos de insucesso.

2) A educação está em um momento de retomada

A pandemia teve um grande impacto na educação brasileira. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 99,3% das escolas do país suspenderam as atividades presenciais em 2020, o que levou à quebra da relação diária entre alunos e professores. Assim, foram impostas barreiras para o processo de ensino-aprendizagem.

Em 2022, já com os alunos marcando presença física nas instituições, docentes e famílias tentam recuperar os estragos da crise sanitária. O movimento requer o investimento em soluções para problemas como baixo engajamento em sala de aula. Uma possibilidade promissora nesse quesito é o ensino bilíngue. Segundo a Associação Brasileira de Ensino Bilíngue (Abebi), o número de escolas que adotaram a metodologia cresceu 10% entre 2014 e 2019. Ou seja, mesmo antes da pandemia, já havia interesse da sociedade em preparar os jovens às exigências do século 21.

3) Franquias de educação são flexíveis

A educação se destaca pela variedade de nichos em que é possível investir. Exemplos disso são as aulas de reforço, as plataformas de ensino híbrido e os cursos profissionalizantes. A escolha da melhor opção passa por considerar o perfil do empreendedor, seus principais objetivos e o aporte que poderá ser feito.

Além disso, as franquias de serviços educacionais podem atuar em diferentes formatos. Uma alternativa são as unidades home based, em que o franqueador administra seu negócio direto de casa, sem a necessidade de uma estrutura comercial ou administrativa específica. Assim, não há gastos com o aluguel de espaços ou de manutenção de estoque.

Rhyzos & Twice

Fundada em 2017, a Rhyzos é uma holding dedicada à transformação positiva do ensino básico a partir do estímulo à informação, capacitação e adoção de novas metodologias. Nesse sentido, oferece um programa bilíngue por meio do Twice. As franquias disponibilizam às escolas uma abordagem completa para o aprendizado da língua inglesa, incluindo treinamento dos professores, recursos lúdicos e pedagógicos, material didático, e suporte na implantação do sistema e das rotinas de operação.

Quer saber mais informações? Entre em contato e marque uma reunião com nossos especialistas.