Drops #2: O Bilinguismo traz novos alunos

Hello again!

 

Chegamos à mais uma edição do TWICE Drops, o informativo que o TWICE prepara todo mês para você*. No primeiro Drops, falamos das mudanças no cenário do Bilinguismo no Brasil e de como, hoje, qualquer escola — não importa o tamanho e a segmentação do público atendido — pode oferecer um projeto pedagógico bilíngue.

 

Nesta edição, a gente vai contar um case de sucesso do TWICE e pra isso pedimos a ajuda da Andreia Barbosa, sócia e CFO do Colégio Laser Solar dos Lagos, em São Lourenço, Minas Gerais.

 

A história do TWICE com o Colégio Laser começa da melhor maneira possível: no boca a boca. O inusitado é que não foi pai, mãe, professor ou um colega diretor quem apresentou o TWICE à Andreia, e sim, um de nossos alunos. “Era período de férias escolares e eu estava no Rio, na casa de uma amiga. Reparei que a filha dela, mesmo sem aulas, não largava o livro de inglês. Relembrava episódios vividos nas aulas, os personagens das lições, cantava as músicas. O conteúdo tinha mesmo fascinado a menina. Os olhos dela brilhavam. Quando soube de que se tratava de um sistema de ensino bilíngue, tive um estalo!”

 

O problema

Em 2010, o Colégio Laser perdia market share para um concorrente com mais tradição em São Lourenço. “A cidade estava acomodada e o Laser não oferecia um diferencial. Perdíamos alunos para uma instituição que, embora tampouco apresentasse algo especial, existia há 60 anos na cidade”.

 

TWICE-Site-Blog-Drops01-02

 

A volta por cima

O TWICE instala-se no Colégio Laser, a princípio, como disciplina extracurricular da Educação Infantil. Em 2010, eram apenas 20 matriculados. “Os pais começaram a enxergar valor. Viam os filhos aprendendo rápido e falando em inglês com as professoras na hora da entrada e saída. As provas de Cambridge contribuíram ainda mais para tangibilizar a entrega. E as aulas fora da escola (os Out and About da metodologia TWICE) fizeram circular o boca a boca entre os moradores de São Lourenço”.

 

A demanda cresceu e fez fila de espera. Em 2014, o Bilinguismo está na grade curricular, registra mais de 200 alunos matriculados e ajudou o Colégio Laser a solidificar sua Educação Infantil. “Nesses quatro anos, o TWICE se tornou tanto um diferencial da escola como um critério decisivo na hora da matrícula: 70% dos novos alunos vieram por causa do projeto bilíngue”, avalia Andreia.

 

TWICE-Site-Blog-Drops01

Alunos TWICE da Educação Infantil do Laser: 900% de crescimento em quatro anos.

 

*Drops enviado por e-mail em 26 de agosto de 2014. 

 

Confira outras edições do TWICE Drops. 

Deixe uma resposta